Dicas para levar seu cachorro a um restaurante pet friendly

Cachorros nos restaurantes

Para não infringir as leis estadual e municipal que proíbem a entrada de bichos em bares e restaurantes, as casas toleram a presença deles apenas na calçada ou em ambientes abertos.

Restaurantes que aceitam totós acreditam estar investindo num promissor nicho de mercado. Alguns oferecem espaço próprio, com casinha, água e ração. Alguns fazem aceitam apenas totós pequenos, então é sempre aconselhável ligar antes para conferir.

aquipode-restaurantes-dog-friendly

Legislação

  • O que diz a lei municipal de São Paulo (n° 10.309):
    É proibida a entrada ou permanência de animais em locais ou estabelecimentos onde se manipulem, beneficiem, preparem, vendam ou fabriquem produtos alimentícios
  • Vigilância Sanitária: área específica para clientes com cachorros, coberta e arejada ponto de água para limpeza e empregado exclusivo para faxina que não manipule alimentos.

 

Manual de etiqueta animal

  • SUJEIRA Se na rua basta levar um saquinho, em um local em que as pessoas estão comendo qualquer sujeira é inaceitável. O pet precisa ter hora e lugar para fazer as necessidades.
  • ÁGUA A maioria dos locais não possui potes ou bebedouros adequados. Leve um recipiente pequeno em que possa despejar o líquido. Também convém ensinar o animal a beber em copinho de água descartável.
  • COMIDA Olhar pidão e língua de fora incomodam os clientes. Para frequentar locais onde há alimento, cães e gatos precisam aprender a não se interessar por comida humana. Nunca dê nada da mesa, nem de casa nem de bares e restaurantes.
  • AGITO Cães que querem proteger a área, que sentem medo diante de agitação, que querem participar da festa ou que podem pular nas pessoas precisam ser educados antes de ganhar acesso a ambientes fechados.
  • DOCILIDADE Pets que aceitam carinho e brincadeiras alheias têm mais futuro social em restaurantes. Afinal, não dá para avisar a todos os clientes que aquela coisinha fofa deitada ali não gosta de crianças ou de afagos.
  • COLEIRA Por segurança, é sempre bom ter uma caso algo o assuste.

 

Fontes:

Restaurantes se rendem aos Lulus

Manual de etiqueta animal

Você também pode gostar...

Veja os Comentários na área Cartas do Leitor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blog Aqui Pode